Ir para o conteúdo principal
Futfanatics Gremistas

Saídas não aliviam, e folha salarial do Grêmio se mantém alta; veja valores

Clube planejava reduzir custo mensal com salários, mas contratações recentes pesaram.

Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Mesmo com a negociação de jogadores e a rescisão com outros atletas do elenco, o Grêmio não conseguiu reduzir o valor da folha salarial. Conforme levantamento do site GaúchaZH, elenco e comissão técnica custam cerca de R$14 milhões mensais ao clube.

O plano da direção gremista era reduzir o valor da folha salarial para entre R$12 e R$10 milhões. O objetivo não foi alcançado e o clube seguirá se desfazendo de jogadores sem perspectivas de utilização.

Recentemente, o Grêmio negociou jogadores como Matheus Henrique, Pinares, Léo Chú, Ricardinho e Guilherme Azevedo. No entanto, as chegadas de Borja, Villasanti e Campaz manteve a folha no mesmo patamar.

Ainda se adiciona ao cálculo as rescisões recentes de Paulo Victor e Maicon, que mesmo deixando o clube, seguirão recebendo. Maicon terá direito a valores referentes até o final deste ano, enquanto Paulo Victor parcelou sua rescisão até 2023.

Veja mais em Diretoria do Grêmio.

Comentários