Ir para o conteúdo principal
Futfanatics Gremistas

“Se continuarmos ganhando, vamos seguir fazendo”, diz Maicon sobre zoações em Gre-Nais

Jogador gremista voltou a tocar no polêmico tema da rivalidade

Maicon usa nova camisa de treino do Grêmio — Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Em nova entrevista, dessa vez ao jornalista Duda Garbi, do Grupo RBS, o volante Maicon prometeu seguir fazendo provocações ao rival em caso de futuras vitórias nos Gre-Nais. Ele foi o grande entusiasta das brincadeiras no vestiário depois do 2×0 na Arena na final do returno do Gauchão.

A atual fase, de fato, demonstra grande supremacia do Grêmio, que não perde há 9 clássicos – desde setembro de 2018:

“Porto Alegre é pequena, toda hora tu encontra os rivais. Tem vezes que tem aniversário de filho de alguém, tu vê um colorado. Vou, falo, com respeito. Mas em campo eu respeito o meu lado e defendo o meu lado. Se eu ganho, tiro onda. Se eu perder, vou pra casa. Tem que ser igual pros dois lados. Enquanto seguirmos ganhando, vai ter. Acabou, não tem jeito”, comentou.

Em seguida, o jogador relembrou quando nomes como D’Alessandro, Moledo e Lomba foram ao vestiário gremista após um Gre-Nal do Gauchão de 2018. Na versão de Maicon, eles pediram uma trégua nas provocações e brincadeiras, algo que a torcida gremista passou a chamar de “arrego”.

“Jogador com jogador, a gente se respeita. Cada um defende o seu e ponto, nada além. Já falei várias vezes, e do outro lado nunca ninguém se pronunciou, pois eu falei a verdade. A gente vinha de conquistas e estávamos revertendo o cenário a favor deles. Quando é com eles é legal, pode zoar? Pode pegar caixão, dançar valsa? E na nossa vez não pode? E o pedido deles foi para parar de fazer 1 minuto de silêncio, essas coisas. E nós respondemos que quando eles estavam ganhando, eles faziam. E falamos que não, que iríamos continuar. E segue até hoje. O que tem de errado nisso?”, perguntou.

Clique aqui para receber todas as notícias do Grêmio em nosso grupo no Telegram.

Confira toda a entrevista:

Veja mais

Comentários