Ir para o conteúdo principal
Futfanatics Gremistas

“Sou muito grato por poder contar esta história aos meus filhos”, diz Anderson sobre Batalha dos Aflitos

Conquista sobre o Náutico completa 15 anos nesta quinta-feira (26)

Reprodução / TV

Hoje, dia 26 de novembro de 2020, o feito do Grêmio contra o Náutico, batizado como Batalha dos Aflitos, completa 15 anos. O feito, fez o Grêmio retornar à Série A do Brasileirão.

Na oportunidade, o tricolor venceu a partida sobre o Náutico, fora de casa, com apenas sete jogadores dentro de campo.

Um dos heróis deste feito, o meia Anderson, que na época tinha 17 anos de idade, falou um pouco sobre esse feito e sobre a experiência de ter participado dessa conquista do tricolor.

Autor do gol da vitória, Anderson escreveu uma carta aberta para o portal GZH e falou sobre o dia da partida e sobre o que aconteceu naquele fatídico 26 de novembro de 2005.

Na época, Anderson já estava vendido ao Porto e, segundo revela o próprio jogador, ele não queria entrar em campo naquela partida: “Eu já tinha até falado com meu empresário e com o presidente Paulo Odone que não queria mais jogar. Foi uma semana bastante intensa. Eu estava muito triste, para baixo. Mas, com todos os jogadores me apoiando e me levantando, consegui ter a cabeça focada para a partida. Eu sabia que seria meu último jogo.”

O jogador ainda contou em GZH que a Batalha dos Aflitos é uma história que ele se orgulha de ter participado por ter sido um momento especial no clube.

“Desejo toda a sorte do mundo ao Grêmio, que é um clube pelo qual tenho um carinho imenso. Parabéns pela Batalha dos Aflitos, não só aos jogadores e diretoria, mas a todo mundo que participou. Sou muito grato por poder contar esta história aos meus filhos e dizer que participei deste momento especial do clube”, finalizou.

Comentários