Ir para o conteúdo principal
Futfanatics Gremistas

Técnico do Athletico explica como venceu duelo tático com Tiago Nunes na Arena

Athletico venceu por 1x0 na Arena com gol de Matheus Babi

Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Em alta no comando do Athletico neste início de Brasileirão, já com 9 pontos em três jogos, o técnico português António Oliveira explicou em sua coletiva virtual de imprensa quais foram as armas táticas utilizadas para bater o Grêmio por 1×0 na Arena.

Oliveira trocou o 4-2-3-1 pelo 3-4-3 que se tornava um 5-4-1, tirando totalmente os espaços ofensivos do Grêmio:

“Nós costumamos jogar com quatro defensores. Hoje, jogamos com três defensores e, evidentemente, ganhamos homens à frente. Os laterais, em momento ofensivo, um dos lados funcionava como um lateral e o outro como ponta. Evidentemente que eu tinha a sensação que o adversário ia, primeiro, tentar nos atrair por dentro através dos seus três meias. Mas alongamos a linha e controlamos muito melhor a largura”, disse, antes de acrescentar:

“Também tinha a impressão de que o adversário poderia tentar tirar nossos laterais de posição atraindo o extrema contrário, tentando explorar a profundidade com Diego (Souza), Ferreira ou o outro ponta que eles eventualmente pudessem colocar. Com o comprimento da linha, ficou muito mais fácil porque tínhamos mais elementos na linha. Foi interpretado da melhor forma aquilo que foi o nosso plano”.

Tiago Nunes, em sua coletiva de imprensa, reconheceu ao Grêmio que faltou mais profundidade, criatividade e infiltração para maior ataque à linha de cinco da defesa paranaense. O tricolor, sem pontos ainda, volta a jogar no Brasileirão na quinta-feira, 19h, diante do Sport, fora.

Veja mais em Brasileirão.

Comentários