Ir para o conteúdo principal
Futfanatics Gremistas

Técnico do Internacional vê “agressão” de Rafinha e reclama de Ferreira: “Gritou para o nosso banco”

Espanhol Miguel Ángel Ramírez fez as suas críticas neste domingo

Ricardo Duarte / Internacional

Ainda sem vencer Gre-Nais desde que chegou ao Inter, e já são três no total, o técnico espanhol Miguel Ángel Ramírez negou qualquer tipo de descontrole ou problema psicológico do seu time neste domingo e fez críticas pontuais a dois jogadores do Grêmio após o 1×1 na Arena, que gerou o tetra estadual ao tricolor.

Para Ramírez, Rafinha cometeu uma “agressão” em Yuri Alberto antes da confusão entre ambos e depois Ferreira, ao comemorar uma bola cortada no fim do jogo, se virou de forma provocativa ao banco colorado:

“Nenhum dos meus jogadores começou confusão. Rafinha agrediu o Yuri. Depois Ferreira gritou para o nosso banco. Eu quero que minha equipe seja superior no jogo, não na briga e na lábia. Não gosto disso”, colocou o espanhol.

Ainda na visão do treinador vice-campeão gaúcho, o seu time merecia uma sorte melhor pela produção em campo no 11 contra 11:

“Hoje, no 11 contra 11, tinha a sensação que venceríamos o jogo. O Grêmio não conseguia resolver o que tentávamos. Tinha a convicção. Mudou no 10 contra 10. Já tinha passado o tempo (regulamentar), passou mais dois minutos e levamos o gol. Entendo que não merecíamos. Se tivéssemos sido fiéis, poderíamos ir diferente na eliminatória”, terminou.

Veja mais em Campeonato Gaúcho.

Comentários