Ir para o conteúdo principal
Futfanatics Gremistas

Teste no Rio com volta da torcida divide futebol brasileiro; Grêmio ainda não se posicionou

Governo do Rio de Janeiro discute volta da torcida nos estádios do Estado.

Torcida do Grêmio na Arena

Lucas Uebel / Grêmio FBPA

A prefeitura do Rio de Janeiro autorizou o retorno dos torcedores ao estádio Maracanã e abriu uma discussão sobre o quanto a medida irá beneficiar as equipes cariocas quando colocada em prática. O debate tem dividido as opniões pelo Brasil e, segundo membros da direção do Grêmio, o Tricolor irá se reunir para decidir como se comportará publicamente.

A primeira partida com torcida está marcada para o jogo entre Flamengo e Athletico-PR, no dia 4 de outubro. Seguindo orientação, 20 mil torcedores poderão se fazer presentes no compromisso, respeitando regras de distanciamento social por conta da pandemia. Para muitos, inclusive dirigentes do Grêmio, a possibilidade de receber público se tornará uma vantagem para as equipes que atuarem como mandante no Maracanã, desequilibrando tecnicamente o campeonato.

Em contato com representantes tricolores, o clube gaúcho acredita que seja promissor o estudo de retomada, mas crê que há a necessidade de um debate mais amplo antes da abertura dos portões. Principalmente por conta da vantagem que um teste em um local específico possa dar a determinada equipe. Na reunião desta segunda-feira do Conselho de Administração, os dirigentes gremista deverão debater a forma como o clube irá se posicionar sobre o tema.

Veja mais

Comentários