Ir para o conteúdo principal
Futfanatics Gremistas

Treinador do Inter garante não ter medo de “repetir” o retrospecto ruim de Coudet em Gre-Nais

Miguel Ángel Ramírez não iniciou bem a sua história em clássicos

Ricardo Duarte / Internacional

Foi com até certa tranquilidade que o técnico espanhol Miguel Ángel Ramírez analisou a sua primeira derrota em Gre-Nal logo na estreia no clássico gaúcho. Com um golaço de Léo Chú, o Grêmio venceu por 1×0 na Arena pelo Gauchão e tomou inclusive a liderança da primeira fase.

Ramírez, por exemplo, diz não ter medo de “repetir” o mau desempenho do seu antecessor estrangeiro Eduardo Coudet em clássicos – o argentino ficou marcado por não ir bem contra o Grêmio, com quatro derrotas e dois empates em seis jogos.

“Não, para nada (medo de “repetir” Coudet em Gre-Nais). Creio que estamos começando um projeto bonito, que espero que seja longo e estamos trabalhando em uma linha muito boa para construirmos algo com o clube para a torcida. O que passou é passado. Não sei e não vivi. Tomara que a gente possa se encontrar rapidamente para viver um Gre-Nal de novo”, colocou Ramírez neste sábado.

Sobre o jogo, Ramírez lamentou o fato de seu time não ter conseguido converter as chances de gol:

“Nesse tipo de partida, com um rival de hierarquia, fora de casa, temos que aproveitar as chances. Senão o rival chega e aproveita. Hoje não fizemos. Temos que ser conscientes da importância de terminar as jogadas. Mas me preocuparia mais se não tivéssemos chances, e hoje tivemos”, encerrou.

Veja mais em Clássico GreNal.

Comentários