Ir para o conteúdo principal

Vice do Grêmio volta a reclamar de pênalti em Geromel no Gre-Nal e fala sobre arbitragem: “No berro não vão ganhar”

Grêmio segue se sentindo prejudicado pela arbitragem.

Reprodução / Grêmio FBPA

Em coletiva convocada para o início da tarde desta sexta-feira, o vice-presidente de futebol do Grêmio Denis Abrahão repercutiu a saída de Leonardo Gaciba da Comissão Nacional de Arbitragem da CBF e voltou a pedir igualdade de tratamento a todos os clubes.

Ele sugeriu uma reunião entre todos os times com o novo titular da pasta da CBF, o também ex-árbitro Alício Pena Júnior, e destacou que não quer ver nenhum clube ganhando “no berro”:

“Eu não quero que o Grêmio tenha nenhuma vantagem, mas também não quero que o Grêmio tenha desvantagem. E nesse momento me sinto em desvantagem. Que se faça uma reunião de todos os clubes para nós darmos uma trégua nesse negócio de arbitragem, porque está demais. Queremos igualdade, no berro ninguém vai ganhar. Tem que ganhar em campo”, disparou.

Abrahão ainda fez menção ao pênalti não dado de Moisés em Geromel no último Gre-Nal:

“No Gre-Nal eu nem falei do pênalti no Geromel, que, de novo houve uma interrupção na comunicação entre o juiz e o VAR. Depois nós ficamos sabendo. Aquele lance foi uma coisa assustadora e ninguém falou nada”, acrescentou.

Veja como foi a entrevista

Veja mais em Diretoria do Grêmio.

Você pode gostar

Comentários