Ir para o conteúdo principal

Abrahão diz que Mancini pegou missão “quase” impossível e explica saída de Darlan

Denis Abrahão se mantém convicto no trabalho de Vagner Mancini

Reprodução / Grêmio FBPA

Em entrevista concedida à Rádio Gre-Nal durante a última quinta-feira, o vice-presidente de futebol do Grêmio, Denis Abrahão, voltou a defender o trabalho do técnico Vagner Mancini e indicou que ele já chegou no clube para uma missão “quase” impossível em 2021.

Abrahão mais uma vez botou boa parcela de culpa do rebaixamento em eventuais erros cometidos pela arbitragem no último Brasileirão:

“O Mancini pegou o Grêmio numa situação muito difícil. Era quase que uma missão impossível. O ambiente psicológico era muito ruim. Estava todo mundo preocupado, com medo de cair. Se nós não tivéssemos sido prejudicados pela arbitragem, talvez o Grêmio não tivesse caído”, colocou.

Na sequência da entrevista, o vice de futebol justificou a saída de Darlan por empréstimo de um ano para o Juventude:

“A saída do Darlan foi para dar mais sondagem para ele. Entendemos que aqui ele não teria tanta oportunidade de jogar quanto no Juventude”, explicou.

Veja mais em Diretoria do Grêmio.

Você pode gostar

Comentários