Ir para o conteúdo principal
Futfanatics

Após descartar candidatura ao Governo do RS, Bolzan se defende de críticas: “Existe vida além do Grêmio”

Bolzan cumpre mandato no Grêmio até o fim de 2022

Reprodução / Grêmio TV

Em uma coletiva de imprensa chamada para a tarde desta quinta-feira, o presidente Romildo Bolzan reafirmou o seu foco no Grêmio e garantiu que não irá concorrer ao Governo do RS, apesar dos insistentes apelos do seu partido, o PDT.

Na entrevista, Bolzan ainda se defendeu de críticas que vem recebendo e afirmou que existe vida fora do Grêmio:

+ Romildo Bolzan comunica que não irá concorrer ao governo do estado e seguirá no Grêmio

“Eu tenho vida fora do Grêmio. Familiar, profissional, de amigos, um partido que faz mais de 40 anos que sou filiado e sou gremista presidente do Grêmio. Tu acha que tudo isso eu recuso, saio fora de tudo pra ser o presidente do Grêmio e viver só as coisas do clube? Gosto de estar com amigos, de rir com eles, de chorar com eles. De rir e de chorar com meus colegas de partido”, colocou.

Bolzan ainda fez uma defesa do diretor médico gremista e presidente estadual do PDT, Ciro Simoni:

“Fiz a opção de não ter rede social. Opção de vida. Apanho quieto e sozinho, sem nenhum problema. O Ciro é um abnegado, trabalha gratuitamente no Grêmio, médico há mais de 30 anos e contribui para nós dentro de uma harmonia no DM. Qualquer ilação à proximidade política, não há nada disso dentro do clube. É uma injustiça quando se fala disso”, concluiu.

Veja mais em Romildo Bolzan.

Você pode gostar

Comentários