Ir para o conteúdo principal
Futfanatics Gremistas

Apresentado no Vasco, Vanderlei diz não querer mais ser “sacado” como foi na final da Copa do Brasil pelo Grêmio

Na última semana, goleiro rescindiu oficialmente com o Grêmio

Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Aos 37 anos, o goleiro Vanderlei foi apresentado oficialmente no Vasco da Gama mantendo uma pequena mágoa por ter sido sacado no Grêmio antes da final da Copa do Brasil. Titular durante toda a temporada de 2020, ele foi trocado por Paulo Victor e viu de fora as duas derrotas para o Palmeiras.

Em coletiva nesta sexta já no novo clube, o jogador de 37 anos evitou polemizar, mas disse que não quer mais viver algo semelhante:

“Depende de mim fazendo o trabalho em campo, mas situações de escalação e revezar dependem do treinador. Temos que ter a consciência tranquila de que sempre fizemos o melhor. Sou muito tranquilo quanto a isso, já passei por muitas situações no futebol. Estou acostumado e calejado. Espero que não aconteça novamente (sair antes de uma final), o importante é estar com a cabeça boa. Não foi só comigo, foi com outros atletas, e é algo normal no futebol”, colocou.

Feliz pelo novo desafio, Vanderlei ao mesmo tempo explicou a escolha para defender o Vasco neste momento da carreira:

“Óbvio que a camisa é pesadíssima, torcida gigantesca e o clube dispensa. E o projeto. Desde o começo o (Alexandre) Pássaro (diretor executivo de futebol) me mostrou a reconstrução e que eu deveria colocar o Vasco onde nunca deveria ter saído. Acho que juntos podemos conseguir essa reconstrução. Acho que o Vasco está tentando se ajustar. Temos visto resultados em campo com a comissão e bons garotos”, encerrou.

Comentários