Ir para o conteúdo principal
Futfanatics Gremistas

Bolzan fala da compra da Arena e admite sentir “dó” de Orejuela pelo desfecho da sua situação

Presidente gremista Romildo Bolzan Jr concedeu entrevista nesta manhã

Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Na manhã desta terça-feira, o presidente gremista Romildo Bolzan Jr concedeu entrevista à Rádio Pachola e atualizou uma série de assuntos do clube, mostrando otimismo com relação à operação da Arena e um certo “dó” de Orejuela – veja as suas principais aspas:

Gestão da Arena: “Se tudo andar, se tudo der certo, seguindo o planejamento e consolidando o projeto, podemos assumir a gestão da Arena em agosto ou setembro. Alias, o controle já temos, o que falta é a troca de chaves. Depois de muitos anos, foi feito um acordo que envolve as obras do entorno, MP, OAS e Prefeitura. Agora, estruturação financeira cabe ao clube. Mas o passo mais importante foi resolvidos: equalizar as obras do entorno”

Situação de Orejuela: “Temos muita dó da situação do jogador, que queria ficar conosco. Grêmio fez tudo correto, Cruzeiro que desfaz a situação. Isso gerou um desconforto muito grande entre nós. Eles prejudicaram enormemente o jogador e ficaram sem uma venda”

Time de chegada: “O Grêmio não é um clube ocasional. Todo ano estamos disputando alguma coisa. Isso é fundamental. Ganhar tudo em um ano e sair fora no outro não faz sentido. Sinceramente, o que importante é, como clube, disputar sempre e não ser ocasional”

Críticas: “Se a gente não tiver certeza do domínio e ambiente, você não pode trabalhar no futebol, na presidência. Esses conceitos fazem parte do futebol. O que importa é a avaliação interna e confiança no trabalho”

Veja mais em Romildo Bolzan.

Comentários