Ir para o conteúdo principal
Futfanatics Gremistas

Bolzan lembra episódio com Ferreira na China e volta a lamentar litígio: “Ele é promissor”

Caso do atacante de 22 anos ainda não está definido no Grêmio

Romildo Bolzan Grêmio

Presidente Romildo Bolzan — Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Diferentemente do empresário Pablo Bueno, habitualmente polêmico nas suas entrevistas, o presidente gremista Romildo Bolzan Jr entende que o atacante Ferreira, de 22 anos, ainda não está pronto, mas “em afirmação”, por ser um jogador “promissor”.

O mandatário voltou a tratar do tema em entrevista nesta terça-feira ao jornalista Luiz Carlos Reche, âncora do programa Cadeira Cativa, da Ulbra TV.

“Vou contar um episódio. Eu fui à China com o sub-20 do Grêmio acompanhar um torneio e saí de lá muito satisfeito com dois jogadores, o Vico e o Ferreira. Desde lá o vi como promissor. Mas as coisas precisam cumprir etapas, precisa de afirmação e lamentavelmente temos hoje essa situação na Justiça”, considerou.

Sem destinar o “recado” a ninguém em específico, Bolzan falou que “futebol não é no grito”:

“Futebol não é só no grito, não é só carteiraço. Quem tem rendimentos padrões, que consegue cumprir em campo em mais de uma temporada, está feito no futebol”, lembrou.

O atleta foi afastado e tirado da Libertadores após recusar a proposta contratual no valor de R$ 30 mil por mês mais gatilhos de aumento ano a ano. Além de buscar uma valorização salarial, Ferreira queria luvas e um percentual no próprio passe – hoje, é 80% do Grêmio e 20% da escolinha conveniada que o formou.

Veja mais em Romildo Bolzan.

Veja mais

Comentários