Ir para o conteúdo principal
Futfanatics Gremistas

Borja relembra passagem pelo Palmeiras e lamenta Grêmio no Z4

Goleador gremista conversou com a imprensa colombiana

Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Em entrevista concedida à ESPN da Colômbia, o centroavante gremista Miguel Borja voltou a falar sobre a sua passagem pelo Palmeiras e a sina dos camisas 9 do clube palmeirense em não conseguirem vingar da maneira como torcida e imprensa esperam.

Ele citou os casos recentes de Barcos e Barrios e também os atuais Luiz Adriano e Deyverson:

“Passaram três atacantes pelo Palmeiras, três noves, Barcos, um argentino, Barrios, e depois passou eu. Então, não sei o que se passa no Palmeiras, mas não é fácil ser o nove. Hoje, os dois noves são Luiz Adriano e Deyverson, que têm dificuldades. Não é só com Miguel Borja (os problemas), há outros atacantes também. Não sei se é o esquema de jogo do Palmeiras que não combina com os (camisas) nove. Os atacantes que chegaram, sofreram”, comentou.

Sem espaço no Palmeiras após voltar do Junior Barranquila-COL, Borja se encontrou no Grêmio já com três gols em 4 partidas. Ele está emprestado até dezembro de 2022 e quer ajudar o time a sair logo do Z4 do Brasileirão:

“A torcida do Grêmio ainda não está muito contente pois estamos na zona do rebaixamento. Mas falta muito ainda. Tem todo o segundo turno. Queremos sair da situação que estamos. É muito incômodo. Tem muita coisa pela frente ainda”, declarou.

Borja, convocado pela Colômbia, não deverá ser desfalque do jogo contra o Atlético-MG fora de casa pela “promessa” da CBF em adiar as partidas dos clubes com atletas na Seleção. Mas para esta quarta, 21h30, na Arena, ele está confirmado frente ao Flamengo pela ida das quartas da Copa do Brasil.

Veja mais em Jogadores do Grêmio.

Comentários