Ir para o conteúdo principal
Futfanatics

Cerro Porteño/PAR defende tabu atuando em seu estádio

A partir das 21h30 desta terça-feira, o Grêmio terá um grande desafio pela frente: atribuir ao Cerro Porteño a sua primeira derrota desde a reinauguração do estádio General Pablo Rojas, o La Nueva Olla. De abril de 2017 até agora, o time paraguaio não perdeu em sua "nova" casa.

Com capacidade para 45 mil pessoas – e deve estar lotado nesta terça -, o estádio abrigou 16 partidas oficiais desde então e viu o Cerro vencer 14 delas e ter dois empates. Nesse período, saboreou o título do Campeonato Paraguaio – etapa Clausura em 2017. Em entrevista ao Globoesporte.com, o ex-lateral Arce, que jogou tanto no Cerro quanto no Grêmio, falou desse retrospecto.

"O Cerro ainda não perdeu no estádio novo. São mais de 15 jogos. É só uma estatística, mas são números reais. Por mais que não tenha conquistado a Libertadores ainda, é de tradição. Por isso, já vai com força máxima, ainda mais contra o atual campeão. O Grêmio mantém a base, a comissão. A volta do Arthur também dá uma qualidade acima da média. Mesmo com isso, não dá para garantir o resultado", projetou Arce.

Em termos de tabela, o Cerro Porteño lidera o Grupo 1 da Libertadores com 6 pontos, enquanto o Grêmio vem logo atrás no segundo lugar com 4. O time paraguaio deve ir a campo com: Silva; R.Cáceres, M.Cáceres, Escobar e Arzamendia; Palau, R.Rojas e Novick; Candia, J.Rojas e Churín.

 

Veja mais em Sem categoria.

Comentários