Ir para o conteúdo principal
Futfanatics Gremistas

Churín coloca “potência física” como uma das suas principais virtudes como jogador

Centroavante concedeu a sua primeira coletiva como atleta do Grêmio nesta segunda-feira

Centroavante nato, Diego Churín, aos 30 anos, foi apresentado oficialmente nesta segunda-feira com a camisa do Grêmio, clube pelo qual assinou contrato de dois anos, prorrogável por mais um. Em sua primeira coletiva, falou sobre os seus atributos e destacou a “potência física” como virtude maior.

Confira aqui os principais itens de sua primeira coletiva como atleta gremista:

Disputa com Diego Souza: “É o maior desafio da minha carreira. Venho de um clube grande para outro grande. Sei que Diego (Souza) é o goleador da equipe. Eu venho ajudar para ganhar partidas e campeonatos. Quero dar o melhor de mim, para o melhor da equipe”.

Características como centroavante: “Minhas qualidades são potência física, tratar de reter a bola quando precisa. Sacrifício na hora de marcar, colaborar com a equipe e sempre pré-disposto ao que quer o técnico. Ajudar no que me toca”.

Torcida do Grêmio: “Estamos por um momento muito complicado a nível mundial (pandemia). Estranho muito jogar com o estádio vazio. Quando joguei aqui com torcida, nos desfavoreceu (quando atuava no Cerro, pela Libertadores de 2018). Estou muito ansioso de ter essa torcida ao meu favor”.


Conversa com Renato: “Renato, sua história, ele é muito importante para o clube. Hoje, no meu primeiro treino, me deu muita tranquilidade. Passou que confia muito no seu grupo, é muito trabalhador”.

Arce, técnico do Cerro Porteño e ídolo do Grêmio: “Gosto muito de ver futebol, e principalmente a Copa Libertadores. Falei muito com o Arce, e ele me recomendou para vir. Disse o que significa o futebol daqui, o torcedor do Grêmio e sua história rica. Quero estar à altura deste clube”.

Veja mais em Jogadores do Grêmio.

Veja mais

Comentários