Ir para o conteúdo principal
Futfanatics Gremistas

Com Inter, Bolzan imagina fase de grupos da Libertadores “mais difícil” dos últimos tempos: “GreNal é inevitável”

Presidente Romildo Bolzan avaliou a disputa da Libertadores deste ano

Presidente Romildo Bolzan do Grêmio dando entrevista

Romildo Bolzan, presidente do Grêmio Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Faltando apenas uma fase da pré-Libertadores antes oficialização de todos os grupos, o presidente gremista Romildo Bolzan Jr acredita que o Inter, que ainda pega o Tolima-COL, estará na chave ao lago de Grêmio, América de Cali e Universidad Católica.

“Creio que é inevitável”, disse o presidente gremista ao canal VideoQueki, no YouTube, antes de acrescentar.

“Um cenário talvez ideal seria os dois passando. Mas eu tenho pra mim que o América de Cali vem muito forte. No ano passado nos tivemos muitas dificuldades com a Universidad Católica. E Gre-Nal é sempre Gre-Nal, tudo pode acontecer”.

Campeão com o Grêmio em 2017, ano do tri, o dirigente avalia que o grupo poderá ser o mais difícil dos últimos tempos:

“Desde 2015, que não estivemos, o Grêmio disputou todas as Libertadores, todas. E eu entendo que essa fase de grupos pode ser a mais difícil dos últimos tempos. O segredo está nos jogos fora de casa. Se não perdermos fora e fizermos nossa parte em casa, teremos mais chances. Por isso esse jogo dia 3 em Cali já é extremamente significativo”.

Lembrado por Bolzan, a estreia gremista ocorre no dia 3 de março, fora, contra o América de Cali.

Veja mais

Comentários