Ir para o conteúdo principal

Com novo contrato, multa rescisória de Ferreira será dobrada no Grêmio

Tricolor ainda poderá comprar mais 20% do passe do jogador

Lucas Uebel / Grêmio FBPA

O Grêmio segue com as negociações para renovação de contrato com o atacante Ferreira visando aumentar a sua base salarial para ter uma multa rescisória maior no clube.

O jogador receberá um aumento salarial de, aproximadamente, R$400 mil e, com isso, a multa para algum clube tirar Ferreira do Grêmio irá dobrar de valor. Hoje, a equipe que quiser tirar o atacante do Grêmio precisa pagar a quantia de 8 milhões de euros (R$48,6 mil).

No entanto, após assinatura do novo vínculo, o valor deve subir e chegar na casa dos 16 milhões de euros (R$97,2 milhões). A informação é do portal GZH.

Maior fatia sobre o direitos federativos

Além do aumento salarial e da multa rescisória, o staff de Ferreira fez uma proposta para o Grêmio adquirir mais 20% do passe do jogador. Essa fatia pertence ao próprio Ferreira e o Grêmio vai analisar a proposta. Hoje, o tricolor conta com 50% dos direitos do jogador.

Hoje, o passe de Ferreira é dividido da seguinte forma:

  • 50% – Grêmio;
  • 20% – Ferreira;
  • 20% – Pablo Bueno (empresário do atleta);
  • 10% – Escolinha de Dourados-MS (onde o atleta foi formado).

Veja mais em Mercado da Bola.

Comentários