Ir para o conteúdo principal
Futfanatics Gremistas

De Lúcio à Douglas: 8 jogadores que Renato recuperou para o Grêmio

[bn]2[/bn]
A fama de 'paizão' faz parte do dia-a-dia de Renato Portaluppi como treinador. O comandante Tricolor faz questão de ressaltar que dá 'carinho' e 'confiança' a seus jogadores, e que é isto que faz com que os jogadores recuperem o seu futebol e voltem a boa forma e fase de 'glórias'.

Com base nisto, o Gremistas preparou uma lista com 8 jogadores que já foram recuperados pelo treinador 'paizão'.

Douglas – temporada de 2010

Completamente desacreditado no clube em 2010, Douglas estava prestes a deixar o Grêmio conforme o próprio já confessou. Na época, ele fazia parte do time comandado pelo técnico Silas e que lutava para escapar da zona de rebaixamento do Brasileirão. Douglas, o jogador mais contestado pela torcida, era vaiado sempre que tocava na bola.

Foi quando então Renato chegou como novo treinador e 'de cara' declarou: "Comigo, craque não marca: joga".

Douglas encerrou a temporada como um dos principais jogadores ao lado de Jonas, e o Grêmio pulou da 18ª posição para o 4º lugar e presença garantida na Copa Libertadores do ano seguinte.

Jonas – temporada de 2010

Assim como Douglas, 'Mestre Jonas' também passava por momento conturbado em 2010. Vaias e críticas faziam parte do dia-a-dia do atacante. O slogan de "Comigo, craque não marca: joga" dito por Renato à Douglas também serviu para Jonas, que ganhou mais liberdade e confiança para jogar, encerrando a temporada com 42 gols em 65 jogos.

André Lima – temporada de 2010

Apaixonado declarado pelo Grêmio, André Lima chegou praticamente junto com Renato após passagem ruim por Botafogo e Fluminense. Formou dupla de ataque com Jonas e juntos marcaram 53 gols. O atacante sempre faz questão de ressaltar a confiança dada por Renato Portaluppi.

[bn]1[/bn]

Lúcio – temporada de 2010

O lateral-esquerdo que virou meia "motorzinho". Renato precisou reinventar Lúcio, que havia sido vice-campeão da Libertadores com o Grêmio em 2007. Defasado na lateral-esquerda, Lúcio deu lugar à Fábio Santos e passou a formar a "meia-cancha" com Douglas, Fábio Rochemback e Adílson.

Ramiro – temporada de 2013 e 2016

Recém chegado de um 'pacote' de jogadores oriundos do Juventude, Ramiro virou peça-chave de Renato naquela temporada, seja marcando gols ou sendo uma espécie de "coringa" do meio campo.

Em 2016, em baixa com a torcida, Ramiro foi "bancado" novamente por Renato e saiu da posição de volante para meia. Foi um dos principais jogadores da conquista da Copa do Brasil.

Léo Moura – temporada de 2017

A contratação de Léo Moura foi extremamente contestada por parte da torcida e imprensa. O fato é que Renato usou de toda sua experiência (e moral) para coloca-lo para jogar até mesmo como um meia-direita. Logo, conquistou quase toda a torcida com sua refinada técnica.

Bruno Cortez – temporada de 2017

Indicado por Léo Moura, Bruno Cortez está sendo uma das boas surpresas de 2017. O lateral-esquerdo assumiu a posição de Marcelo Oliveira e faz temporada bastante regular.

Michel – temporada de 2017

Com Maicon constantemente lesionado e Walace vendido, Renato "se viu" obrigado a lançar o volante. Hoje ele é peça fundamental do time ao lado de Arthur.

[bn]9[/bn]
[leia]1[/leia]

Veja mais

Comentários