Ir para o conteúdo principal
Futfanatics

Dirigente do Avaí revela “conversa franca” com Jean Pyerre sobre carreira no futebol

Meia começa a ganhar espaço com a camisa do Avaí

Lucas Uebel/Grêmio

Emprestado pelo Grêmio até o final do Brasileirão desta temporada, o meia Jean Pyerre vem agradando os dirigentes do Avaí pelo “comprometimento” que vem mostrando no clube catarinense. Este foi o tom da entrevista dada por Bruno Comicholi, vice-presidente do time local, à Rádio Gre-Nal nesta sexta-feira.

O mesmo dirigente ainda revelou ter tido uma “conversa franca” com o meia de 23 anos sobre a sua carreira:

“O Jean Pyerre é consciente dos rumos da carreira dele. A gente teve uma conversa bem franca com ele no sentido de que ninguém mais do que ele pode dar o sentido que ele quer para a carreira dele. Ele está trabalhando a semana inteira. Desde que chegou, vem trabalhando muito forte. Vejo que ele está com condições, cada vez mais”, disse, antes de acrescentar:

“Posso dizer que ele está muito comprometido com a carreira dele, especialmente com esse grupo e com o Avaí Futebol Clube”.

+ Roger encaminha escalação do Grêmio com novidade no ataque

Meia poderia ter ficado

Logo após a conquista do Gauchão, o técnico gremista Roger Machado concedeu entrevista ao site GZH e falou da decisão do clube em não manter Jean no elenco, apesar do contrato válido até 2024.

“Cheguei em um momento de muitas demandas, era necessário prestar mais atenção no campo. A decisão foi em conjunto, mas oferecida pela direção, de oportunizar o seguimento da carreira e trilhar os espaços dele fora do clube. O Jean, ainda na época do Fluminense, falamos bastante dele. Na minha primeira passagem (pelo Grêmio), quando formamos (o time de) transição, muito foi em função dos jovens promissores que estavam muito acima da sua categoria”, disse.

“O Jean era um desses, um dos primeiros que pensamos naquele momento. Na época ele tinha 16 anos e queríamos que eles amadurecessem tecnicamente, fisicamente e emocionalmente. Lá atrás, a gente prestava atenção no Jean. Jogador muito talentoso e que ainda, infelizmente, não conseguiu reproduzir tudo que poderia”, acrescentou Roger, na ocasião.

Você pode gostar

Comentários