Ir para o conteúdo principal

Douglas lamenta momento do Grêmio, mas não vê problemas em provocações do Inter: “Tem que zoar mesmo”

Ex-jogador acha que provocações são normais.

Reprodução

O Maestro Douglas lamentou o momento vivido pelo Grêmio no Brasileirão, mas não condenou as provocações dos jogadores do Internacional após o Gre-Nal do último sábado, no Beira-Rio.

Após o apito final do árbitro no último clássico, o meia colorado Patrick recebeu da torcida e correu pelo gramado com caixões nas cores do Grêmio. A afronta resultou em uma confusão generalizada.

“O Grêmio tá f***, mano, tá num momento horrível… Mas enquanto tiver esperanças, tamo aí. Depois pode zoar, de boa. Se cair, tem que zoar. É assim que funciona. E pode me zoar”, disse Douglas em entrevista ao podcast Podpah, no Youtube.

“Aconteceu isso antes, uns 15 anos que o Grêmio não ganhava nada e os caras só zoava, depois o Grêmio teve a sua vez. Agora é a vez dos caras. Zoa, tem que zoar mesmo! O bagulho é assim! E o jogador tem que aguentar a parada”, concluiu o ex-gremista sobre o tema.

O Grêmio é o 19º colocado no Brasileirão e tem mais de 80% de chances de ser rebaixado à Série B. Na última terça, venceu o Fluminense, na Arena, e ganhou fôlego na luta contra o Z-4.

Você pode gostar

Comentários