Ir para o conteúdo principal
Futfanatics Gremistas

Everton Cebolinha volta a citar o Grêmio em balanço do primeiro ano no Benfica: “Dei alegrias”

Ex-atacante do Grêmio deseja ter vida longa na Europa

Filipe Amorim / Getty Images

Depois de fechar a sua primeira temporada pelo Benfica, em Portugal, Everton Cebolinha mantém a certeza de que o sonho de atuar na Europa está em andamento e que não é o momento de alterações. Embora os altos e baixos do primeiro ano em campo, o ex-jogador do Grêmio, em entrevista para o BPlay, se disse animado por tudo o que vem vivendo.

“Sou uma pessoa muito realizada, tenho dois filhos com saúde, sou bem casado, jogo no maior clube de Portugal… não me falta nada! Quero conquistar títulos pelo Benfica e deixar o meu nome na história do clube”, avaliou o jogador inicialmente.

Everton foi negociado em agosto de 2020 por 20 milhões de euros pelo Grêmio e fechou com o Benfica até 2025. A meta no clube português é repetir o que, segundo ele, conseguiu fazer no tricolor: dar felicidades à torcida.

“Sinto-me muito orgulhoso pelo que fiz, pessoal e profissionalmente. Pude dar alegrias aos adeptos brasileiros, do Grêmio, meu antigo clube, e espero também poder dar alegrias aos benfiquistas”, acrescentou, antes de terminar:

“Desde o momento em que pisei o Estádio da Luz, foi o momento de realização de um sonho, de poder estar a jogar num grande clube da Europa. Agora é desfrutar”.

A partir da nova temporada, Everton terá um velho conhecido de Grêmio por perto em Portugal. Vendido por 15 milhões de euros no fim do ano passado, Pepê já se despediu do tricolor para se apresentar ao Porto no início de junho.

Comentários