Ir para o conteúdo principal
Futfanatics Gremistas

Ex-vice do Grêmio apresenta duas sugestões de mudanças no formato do Brasileirão

Odorico Roman sugeriu dois tipos de mudanças no desenho do campeonato

Elenco do Grêmio comemora gol

Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Em decorrência da pandemia de coronavírus, o futebol brasileiro daqui pra frente se tornou uma verdadeira incógnita. Com os estaduais interrompidos, bem como a Copa do Brasil, o próprio Brasileirão já desperta rumores de uma possível mudança de formato, uma vez que ocupa 38 datas no sistema pontos corridos, turno e returno.

Através das suas redes sociais, o ex-vice-presidente de futebol do Grêmio, Odorico Roman, apresentou duas sugestões de mudanças no formato da Série A. Em ambas, há uma redução expressiva de datas e a ideia da criação de dois grupos de 10 times:

“Dois exercícios para quando a vida voltar ao normal: o formato atual da Série A do Brasileiro usa 38 datas. [1] Compor 2 grupos de 10. Todos contra todos dentro do grupo (18 datas). Classificam 8 em cada grupo. Mata-mata (Oitavas, quartas, semi e final): 8 datas. Total: 26 datas”, disse, antes de apresentar a segunda ideia:

“[2] Compor 2 grupos de 10. Todos contra todos dentro do grupo (18 datas). Classificam 3 por grupo. Chave única de 6 clubes, todos contra todos (10 datas). Quem fizer mais pontos na segunda fase é o campeão. Total: 28 datas. Na primeira hipótese, 12 datas a menos. Na segunda, 10”.

Durante essa parada, a CBF não se pronunciou no sentido de fomentar o debate de mudanças no Brasileirão, que segue confirmado com pontos corridos.

Veja mais em Brasileirão.

Veja mais

Comentários