Ir para o conteúdo principal
Futfanatics Gremistas

Ex-treinador do Grêmio vê falta de adaptação de Arthur no Barcelona e lembra: “Lá, não passam a mão na cabeça”

Adilson Batista "entendeu" insatisfação do Barcelona com Arthur

Na avaliação do ex-zagueiro e treinador gremista, Adilson Batista, o volante Arthur não conseguiu a melhor adaptação possível no Barcelona e isso explica, dois anos depois de sua contratação junto ao Grêmio, a ida à Juventus, da Itália, na próxima janela.

À ESPN Brasil neste final de semana, o “Capitão América” entendeu que Arthur precisaria “acelerar” mais o jogo e evitar “pentear” tanto a bola no meio de campo.

“O Arthur não tem o mesmo tempo de casa do Xavi, que penteava a bola, rodava a bola. Então ele tem que fazer andar rápido. Ele não está mais no Grêmio. A gente tem que se adaptar. Em cada clube há um estilo de jogo. O jogador tem que ter essa percepção”, disse, antes de acrescentar:

“Ele é um cara de Seleção Brasileira. Mas não dá pra pentear muito a bola. Não se tem muito tempo. Não é uma cobrança de hoje. O técnico do Barcelona deve ter falado desde que chegou. A gente quer defender o atleta, mas lá não passam a mão na cabeça do jogador. Eles têm muito dinheiro e o dirigente não age como aqui. Acaba indo embora (o jogador), é assim que funciona”.

Segundo dados levantados pela Fox, Arthur entrou em campo 72 vezes pelo Barcelona, marcou quatro gols e conquistou um Campeonato Espanhol e uma Supercopa da Espanha.


Comentários