Ir para o conteúdo principal
Futfanatics Gremistas

Executivo de futebol do Grêmio confia em acerto com Ferreira: “Vai refletir e se dar conta da oportunidade”

Klauss Câmara entende que ainda é possível uma reconciliação entre as partes

Ferreirinha jogador da base do Grêmio

Ferreira em campo pelo Grêmio — Lucas Uebel / Grêmio FBPA

O executivo de futebol gremista Klauss Câmara acredita que a paralisação geral por conta do coronavírus poderá dar tempo suficiente para Ferreira pensar, refletir e voltar atrás para retomar a sua caminhada dentro do Grêmio.

No momento, o atacante trabalha com a equipe de transição enquanto move uma ação trabalhista na Justiça pedindo a rescisão. Ele foi afastado por não ter renovado o contrato, que acaba em junho de 2021. O jogador e o seu empresário, Pablo Bueno, pediam mais do que os R$ 30 mil oferecidos.

“Esse assunto saiu da ordem técnica e hoje pertence ao jurídico do clube, que tem conduzido o tema. Ele surgiu na nossa base, foi pra transição e recentemente foi pro profissional. Fez alguns jogos no time de cima e naturalmente não poderíamos deixá-lo exposto sem que tivéssemos seguranças em termos contratuais. Não teve acordo na renovação e a gente espera o desfecho disso. Eu acredito que em breve isso possa se resolver”, disse Klauss, antes de terminar:

“O Grêmio, pelo elenco que tem e pelo histórico do aproveitamento de grandes atletas, vai fazer com que ele reflita bem a respeito disso e de não deixar de lado essa oportunidade de jogar no clube”, comentou o dirigente ao canal do jornalista Jorge Nicola, no YouTube.

A ação que transita na 23ª Vara do Trabalho de Porto Alegre alega “coação e pressão” para a assinatura do novo contrato proposto pela direção. Bueno, em entrevista recente ao GaúchaZH, alegou não existir mais “clima” para o atacante atuar no tricolor.

Veja mais em Jogadores do Grêmio.

Veja mais

Comentários