Ir para o conteúdo principal

“Feliz por estar em um projeto tão bacana”, diz Vanderson ao ser anunciado no Monaco

Jovem lateral deixa o Grêmio para sua primeira experiência na Europa

Lucas Uebel / Grêmio FBPA

A abertura do novo ano trouxe ao Grêmio a venda oficial de Vanderson, de 20 anos, que deixa o clube para reforçar o Monaco, da França, a partir de agora. O jovem de 20 anos concedeu declarações ao site do seu novo time logo na chegada:

“Estou muito feliz por ingressar no Monaco, um clube histórico no Campeonato Francês com uma dimensão europeia importante. É também um clube em que muitos brasileiros brilharam. Estou muito feliz por ter esta oportunidade de fazer parte de um projeto tão bacana. Agradeço ao clube pela confiança em mim e ao Grêmio por me acompanharem até aqui. Estou determinado a trabalhar para me integrar o mais rápido possível e trazer minhas qualidades para o grupo”, citou.

Confira o breve texto de anúncio do Grêmio sobre a saída do lateral:

“O Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense informa que finalizou negociação com o Mônaco da França para a venda dos direitos econômicos do lateral-direito, Vanderson. Desde 2018 na base gremista, o jovem atleta começou a receber  oportunidades na equipe principal do Grêmio em 2020. Desde então, fez 24 jogos, entre Campeonato Brasileiro, Copa Sul-Americana, Copa do Brasil, Libertadores e Gauchão, e marcou três gols. O Grêmio agradece o empenho profissional de Vanderson e deseja sucesso no decorrer de sua carreira”.

O site GZH informa que o valor a ser pago pelos franceses será de 11 milhões de euros (R$ 69,7 milhões), com o Grêmio recebendo em quatro parcelas um valor total de 7,7 milhões de euros (R$ 48,8 milhões) por seus 70% dos direitos econômicos. Detentor dos outros 30%, o Rio Branco-SP ficará com os restantes R$ 20,9 milhões. Cláusulas como presença em determinado número de jogos poderá levar o negócio para mais R$ 19,3 milhões.

Você pode gostar

Comentários