Ir para o conteúdo principal
Futfanatics

Grêmio deixa claro incômodo com Ferreira por decisão de fazer tratamento particular

Atacante não joga desde a segunda partida da Série B

Lucas Uebel/Grêmio

Em entrevista publicada pelo site GZH no começo dessa semana, o diretor-médico do Grêmio, Ciro Simoni, deixou claro a incomodação com Ferreira pela decisão de fazer um tratamento particular a base de células-tronco por conta das dores no adutor da coxa direita. Ele não atua desde a derrota para a Chapecoense na segunda rodada da Série B.

Segundo Simoni, o Grêmio não deu a autorização para Ferreira fazer algum tratamento fora das dependências do clube:

“Na verdade, o Grêmio não recomendou esse tratamento. É por conta e risco dele. Nós vínhamos fazendo o tratamento. Ele tem uma lesão que segue incomodando e é difícil de resolver. Ele optou por fazer esse tratamento que o Grêmio não faz. Nenhum clube brasileiro faz”, disse, antes de acrescentar:

“O uso de células-tronco é reservado para experiências. Ainda não é algo utilizado rotineiramente. Não utilizamos isso em nenhum atleta. Ele é responsável pelo o que está sendo feito. O Grêmio não deu autorização. O responsável é ele e o médico. O departamento médico não propôs e não recomendou”.

Ferreira segue de fora no Grêmio

Ferreira alega que ainda sente dor no local e não tem prazo para voltar a jogar. Deve estar fora novamente contra o Ituano, segunda, 20h, fora de casa.

Veja mais em Jogadores do Grêmio.

Você pode gostar

Comentários