Ir para o conteúdo principal

Grêmio pode ser taxado em R$ 35 milhões junto ao fisco espanhol por negociação de Arthur; entenda

Caso deve ser solucionado somente entre 2023 e 2024. Grêmio trata assunto com otimismo

Lucas Uebel / Grêmio FBPA

O fisco espanhol está buscando uma forma de taxar o Grêmio pela negociação envolvendo a ida de Arthur ao Barcelona. O valor cobrado pelas autoridades é de R$ 35,5 milhões.

Enquanto isso, o jurídico do Grêmio já se movimenta para fazer a defesa do clube e trata com otimismo a questão nos bastidores. Segundo as autoridades espanholas, qualquer venda de jogadores para equipes espanholas devem ser taxadas na Espanha, e não no país de origem do clube vendedor.

Por precaução, o Grêmio já contatou um escritório de advocacia na Espanha para ajudar no caso. O processo, no entanto, é demorado e deve ser solucionado entre 2023 e 2024.

Arthur foi negociado com o Barcelona por 30 milhões de euros (R$ 140 milhões na época), em 2018. Dois anos depois, o jogador se transferiu para a Juventus e rendeu mais dinheiro aos cofres do clube.

Você pode gostar

Comentários