Ir para o conteúdo principal
Futfanatics Gremistas

“Interferência na supremacia dos clubes”, diz Bolzan sobre voto contra a mudança na regra dos treinadores

Veja o posicionamento do presidente Romildo Bolzan

Reprodução / Grêmio TV

Em votação apertada entre os clubes, a CBF validou a mudança nas regras para a mudança de treinadores no Brasileirão. Agora, um clube poderá realizar somente uma demissão e ter dois técnicos diferentes, enquanto os comandantes poderão dirigir apenas dois times distintos no máximo – caso uma equipe demita pela segunda vez, precisará ser dirigida por um profissional da casa.

O Grêmio, na pessoa do seu presidente Romildo Bolzan Jr, votou contra a mudança e se explicou à reportagem de GZH.

“Entendo ser esta uma questão não regulatória, mas corporativa e de clara interferência na soberania dos clubes em suas gestões. Nenhum impacto para a gente, mas depende dos clubes. Talvez possa surgir alternativas rescisórias caso um clube despeça dois treinadores durante o Campeonato Brasileiro”, colocou o dirigente.

CONTRA A LIMITAÇÃO

  • Athletico
  • Atlético-GO
  • Bahia
  • Ceará
  • Cuiabá
  • Grêmio
  • Flamengo
  • Fortaleza
  • Juventude

A FAVOR

  • Atlético-MG
  • América-MG
  • Bragantino
  • Chapecoense
  • Corinthians
  • Fluminense
  • Internacional
  • Palmeiras
  • São Paulo
  • Santos
  • Sport

Veja mais em Romildo Bolzan.

Comentários