Ir para o conteúdo principal
Futfanatics Gremistas

Kannemann se irrita após demissões no Grêmio e garante estar com raiva: “Eram pessoas que pensavam no clube”

Zagueiro Kannemann do Grêmio

Divulgação

Em uma fortíssima entrevista coletiva, o zagueiro Walter Kannemann não fez questão nenhuma de esconder a frustração pela onda de demissões que acometeu sete profissionais do Grêmio nesta semana. O jogador chegou a dizer que está com “raiva” pelas saídas.

“Estou muito triste e chateado com o que tem acontecido, com a saída e o jeito da saída de pessoas que deram muito pelo Grêmio. Foram 10, 15 anos de Grêmio. Sempre pensaram no clube, na camisa, em tentar fazer o melhor pelo Grêmio. É muito triste. Pessoas que sempre pensaram no clube antes do pessoal. Mostrar meu respeito e agradecimento e desejar a força para que continuem, são grandes profissionais”, frisou, antes de completar:

“Dá raiva também pessoas que saem que desde o primeiro momento que cheguei, mostraram o sentimento de ser gremista, a moralidade de ser gremista, o jeito de se comportar, trabalhar e a união. Dá raiva, algumas pessoas como essas ter de sair, e outras que não posso falar o mesmo, que trabalham do outro lado, que cada atitude que tomam não representam essa camisa. Vem acontecendo faz tempo. Não considero uma mudança normal, com pessoas que deram tanto pelo clube. Acontece, o clube vai continuar. Mas não queria deixar de passar isso que aconteceu e vem acontecendo faz um tempo”.

Segundo o defensor, saíram pessoas que sempre davam um “plus” pelo clube e ficaram outros profissionais que não fazem o mesmo.

“Para conseguir títulos, como temos conseguido, para manter o nível e brigando lá em cima, não é só trabalhar e dar o máximo. É se doar dia a dia. Não é só cumprir horário, tem que colocar o “plus”. E essas pessoas colocavam. Ficamos tristes com pessoas que saem e e outras que não colocam esse “plus” continuam. São coisas que não podemos deixar passar”, colocou.

Na quinta-feira, o presidente Romildo Bolzan Jr deu a sua versão em nome do clube sobre as demissões. Deixaram o Grêmio o preparador físico Rogério Dias, o preparador de goleiros Rogério Godoy, o assessor de imprensa João Paulo Fontoura, a nutricionista Katiuce Borges, o fisioterapeuta Henrique Valente e os fisiologistas José Leandro e Rafael Gobbato.

Veja mais em Jogadores do Grêmio.

Veja mais

Comentários