Ir para o conteúdo principal
Futfanatics Gremistas

Maicon nega se arrepender de provocações ao Inter: “Defendo meu clube”

Jogador também falou da rivalidade gaúcha nesta quarta

Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Entre os temas tratados por Maicon em sua coletiva de imprensa de despedida nesta quarta-feira, ele negou veementemente qualquer tipo de arrependimento pelas provocações feitas ao Inter a cada vitória em Gre-Nal ou título gremista.

O camisa 8 destacou que as brincadeiras fazem parte da rivalidade e que os jogadores colorados também já fizeram:

“As minhas desculpas são para dentro do clube. Se alguma vez eu passei do ponto. Peço para as pessoas que conviviam comigo. Sobre provocações em clássicos, isso faz parte do futebol. Saio do Grêmio, mas tem outros jogadores aqui que vão fazer. E do lado deles, quando ganharem, também vão fazer. Respeito todos os profissionais de todas as equipes, mas a que eu defendo eu vou lutar sempre. Aqui é minha casa”, declarou.

O jogador de 35 anos prometeu tentar ajudar de alguma forma o time do Grêmio mesmo de que forma distante até dezembro:

“Me desligar do Grêmio, nunca mais vai acontecer. Não tem como. Vou voltar para o Rio de Janeiro, na minha casa. Mas vou pedir para, até o fim do ano, ficar no grupo do WhatsApp. Quem sabe ajudar com um comentário, um áudio. Vou ver todos os jogos e seguir torcendo. Eu joguei apenas quatro jogos do Brasileiro. Isso me incomodava muito. Eu vou seguir mandando mensagens para os caras. Me desligar do Grêmio nunca mais, não tem como, impossível”, encerrou.

Comentários