Ir para o conteúdo principal
Futfanatics Gremistas

Nota divulgada pela assessoria de Jean Pyerre causa desconforto no Grêmio

Meio-campista é ausência no time desde o último mês de setembro. Clube e jogador emitiram notas oficiais

Jean Pyerre em campo pelo Grêmio

Lucas Uebel / Grêmio FBPA

No mesmo dia em que o Grêmio publicou nota oficial no site atualizando a situação clínica de Jean Pyerre, que está há quatro meses fora dos gramados, a assessoria do jogador também soltou um comunicado falando da lesão na coxa direita.

A nota reforça que a contusão sofrida pelo meia, às vésperas de um jogo contra o Santos, em setembro, se mostrou mais grave do que inicialmente se imaginou e diagnosticou. E lembrou, também, que o jogador foi liberado em novembro.

Em entrevista à Rádio Bandeirantes, o presidente Romildo Bolzan Jr não mostrou muita satisfação com o conteúdo da publicação da assessoria do atleta.

“O Grêmio fez uma informativa. O clube irá curá-lo. A outra nota, da gestora da carreira do Jean Pyerre. O que vou dizer sobre isso? Vamos tratar de colocar ele em forma. É a primeira vez que vejo um caso desse, não vou valorizar isso. Me parece inexperiência por parte de quem fez”, destacou.

Jean Pyerre treinando no Grêmio — Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Na sua nota, o Grêmio confirmou que o atleta foi liberado pelo DM em novembro, mas que, na volta das férias, foram vistas “alterações cicatriciais e atrofia muscular, além de pequeno edema” no local lesionado.

Nesta terça-feira, o Gremistas.Net publicou uma entrevista exclusiva com Jean Pyerre, que disse estar sem dor e imagina voltar em “uma semana”, além de ter minimizado a influência da participação em “peladas” de fim de ano na sua lesão.

Leia a nota da assessoria do jogador:

“Sobre a recuperação do atleta Jean Pyerre, viemos a público para dirimir algumas informações referentes a esse processo. A lesão na coxa direita ocorrida no dia 20 de setembro de 2019, véspera da partida contra o Santos pelo Campeonato Brasileiro, inicialmente havia sido divulgada como de grau 2, porém, após novas avaliações e exames, constatou-se que era de grau 3. Medidas médicas já haviam sido tomadas visando a recuperação em um cenário menos grave, porém precisaram ser revistas.

Com as avaliações médicas diárias feitas pelo Departamento Médico do Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense, o atleta seguiu o tratamento passado pelo clube de maneira rigorosa. 27 dias após se lesionar, Jean Pyerre viajou com a delegação para os jogos contra Fortaleza, pelo Campeonato Brasileiro, e Flamengo, pela Copa Libertadores, na esperança de que ele pudesse ser utilizado no confronto contra os cariocas. Nos mês de novembro, chegou a realizar sessão de fisioterapia e recuperação em três turnos. Mesmo lesionado, o profissional ia à concentração, em Porto Alegre, com o restante da delegação, para manter o contato próximo com fisioterapeutas e fisiologistas visando dar maior celeridade ao processo.

No dia 29 de novembro, o atleta recebeu liberação do Departamento Médico para realizar sua transição, inclusive realizou corridas no gramado do Centro de Treinamento Presidente Luiz Carvalho. Com incômodos na região, logo foi vetado e voltou a ser resguardado aos cuidados médicos.

Após o término oficial do calendário de jogos da temporada passada, Jean Pyerre seguiu em tratamento no CT gremista por mais uma semana, já no período de férias. Ainda no recesso geral, realizou trabalhos de equilíbrio muscular e procedimentos específicos para a recuperação de uma fibrose desenvolvida na coxa direita.

Com praticamente quatro meses de tratamento, o atleta segue sob responsabilidade do Grêmio e realizando, em dois turnos, procedimentos que visam o equilíbrio muscular e a eliminação dessa fibrose contraída em função da inatividade. Após a solução desses dois pontos, ele estará entregue à comissão técnica para reintegrar o grupo.

Não há um tempo determinado para o retorno do atleta, uma vez que o processo de recuperação passou por alterações durante os últimos 120 dias”.

Veja mais

Comentários