Ir para o conteúdo principal

Abatido após 5×1, técnico santista faz elogios ao Grêmio

Vistoso e competitivo. Foi dessa forma que um abatido Jair Ventura definiu o Grêmio logo após a derrota do seu Santos por 5×1, na Arena, neste domingo, pela quarta rodada do Brasileirão.
[bn]50[/bn]
Jair traçou brevemente um paralelo com a partida entre Grêmio e Botafogo pela Libertadores de 2017, também na Arena, quando, segundo o treinador, o seu então time fez uma boa exibição e poderia ter vencido o tricolor, ao contrário deste domingo. Ventura fez questão de dar os méritos à equipe de Renato Gaúcho.

"É um jogo onde uma equipe fez uma excelente partida e não fizemos. Eu vejo um placar elástico de uma equipe que tem o treinador trabalhando há bastante tempo. Não fizemos um bom jogo. Uma noite desta que eles tiveram você não colocar em um patamar bom é difícil. Há algum tempo jogam um futebol competitivo, e sabíamos da força", avaliou.

Veja a fala do treinador:

Pelo lado do Santos, quem também elogiou o Grêmio foi o badalado atacante Gabriel Barbosa, o Gabigol, que acabou não tendo muita participação no confronto. Apesar de reconhecer os méritos dos gaúchos no 5×1, Gabigol evitou falar em "massacre".


[bn]51[/bn]
Com a goleada, o Grêmio pulou para os 7 pontos na quinta colocação na tabela. Na quarta, também na Arena, recebe o Goiás pela volta das oitavas da Copa do Brasil. Já no sábado, novamente em casa, tem o clássico Gre-Nal pelo Brasileirão.

 

Voltar para o topo