Ir para o conteúdo principal

Comentarista detona árbitro após sonegar pênalti para o Grêmio

Não fosse uma decisão desastrada do árbitro argentino German Delfino, ainda no primeiro tempo, o Grêmio poderia ter saído do Paraguai com um resultado até melhor nesta terça. É que o juiz da partida deixou de assinalar um pênalti claro em Everton, e comprometeu o resultado do jogo, que terminou em Cerro Porteño 0x0 Grêmio pela fase de grupos da Libertadores.
[bn]50[/bn]
A única emissora que transmitiu a partida não poupou críticas ao trio de arbitragem e, sobretudo, ao juiz do jogo. O narrador da Fox Sports, Marco de Vargas, e o comentarista de arbitragem, que foi um juiz de sucesso, Carlos Simon, criticaram as decisões de Delfino.

"Delfino mostrou hoje que não é árbitro para jogos grandes. Ele não serve para jogos grandes. Na escala de árbitros da argentina, ele não está no topo. O número 1 é o Nestor Pitana. O Delfino vem bem atrás", disse Simon.

"Eu nunca pensei que iria dizer isso de um argentino, mas ele amarelou. Foi pênalti claro. O árbitro German Delfino é um amarelão", disparou o narrador Marco de Vargas ainda durante o jogo.
[bn]51[/bn]
Com o empate, o Grêmio se manteve na segunda colocação do grupo, mas agora com 5 pontos – o líder Cerro tem 7. Os dois times voltam a se enfrentar na Arena, no dia 1° de maio.
 

Voltar para o topo