Ir para o conteúdo principal

Dirigente do Grêmio tranquiliza torcida sobre Kannemann após polêmica com empresário

Lucas Uebel / Grêmio FBPA

O vice-presidente eleito do Grêmio, Fábio Floriani, tranquilizou a torcida em relação ao zagueiro Walter Kannemann, que está em reta final de contrato. No momento, o empresário do jogador alega ainda não ter recebido proposta oficial de renovação por parte da nova direção.

+ Avançou! O que falta para o Grêmio anunciar a contratação de Cristaldo?

Mas ela deve chegar em breve. Segundo o vice-presidente eleito Fábio Floriani, que concedeu entrevista à Rádio Guaíba, a direção está disposta a fazer uma proposta segura ao jogador por entender que ele “se paga”:

Não vale a pena investir em um outro zagueiro. O Kannemann está em casa… ele tem um salário expressivo, não é uma negociação fácil, mas vamos tratar com o pessoal do futebol para podermos mantê-lo”, comentou Floriani, em entrevista à Rádio Guaíba, antes de aumentar:

“A situação do Kannemann é peculiar. Ele ainda tem mais tempo de produtividade, ele já comprovou sua performance em bom estado físico… então estando inteiro, ele se paga“.

Empresário de Kannemann abre o jogo

O empresário Martin Waimbuch falou da situação de Kannemann e indicou desejar uma renovação por quatro anos de contrato:

“Acredito que já deveria ter recebido (a proposta). Vou esperar, mas o Kanneman quer saber o que o Grêmio quer. Todos no clube sabem que ele está fisicamente em condições. Deu a vida. Pedia para que ele operasse (o quadril) em junho do ano passado. Poderia estar na Copa, mas optou pelo clube. Por isso acredito que mereça a renovação. Ele é mais gremista do que argentino”, disse o agente.

Voltar para o topo