Ir para o conteúdo principal

Edílson revela origem do ‘um minuto de silêncio’

Hoje jogador do Cruzeiro e rival do Grêmio no sábado, na abertura do Brasileirão, Edílson deixou um legado no tricolor. Além de ter participado ativamente do início da série de títulos, a partir da Copa do Brasil de 2016, ele também foi um dos criadores da mais nova "febre" entre a torcida gremista: a provocação do "1 min de silêncio" contra o Inter.
[bn]50[/bn]
Logo depois do título da Libertadores de 2017 sobre o Lanús, Edílson postou o vídeo dos jogadores cantando a provocação. De lá para cá, a brincadeira tomou conta da torcida tricolor. Nesta quinta, à Rádio Gaúcha, o atleta cruzeirense explicou a origem da zoeira.

"Essa provocação, eu e o Kannemann criamos na minha casa depois do título da Copa do Brasil. Entre amigos, ele puxou e nós cantamos juntos. Quando a gente foi campeão da Libertadores, eu olhei para ele e a gente falou por impulso. O Inter viveu uma fase maravilhosa há dez anos e a gente via o D'Alessandro e os jogadores do Inter, o Sasha zoando o Grêmio e os gremistas calados. Infelizmente, agora os colorados estão aguentando o que os gremistas já passaram. É normal. O que não pode, é violência. Quando é zoeira, tem que aguentar. O Grêmio já foi muito zoado e agora os colorados vão ter que aguentar", disse.

Nesta quinta, o Gremistas também trouxe um depoimento do goleiro colorado Marcelo Lomba, que disse entender a brincadeira gremista, mas acredita que no futuro o Inter poderá fazer o mesmo.
[bn]51[/bn]
Relembre a postagem de Edílson:

 

 

????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????

Uma publicação compartilhada por Edilson Mendes (@edilsonoficial33) em

Voltar para o topo