Ir para o conteúdo principal

Edílson sonha com permanência no Grêmio para 2023 e faz planos

Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Ainda sem certeza de seu futuro, o lateral-direito Edílson sonha com a possibilidade de permanecer no Grêmio para disputar a temporada de 2023. O defensor de 36 anos tem contrato somente até o próximo mês de novembro.

+ Bolzan indica que poderia renovar com Diego Souza antes de deixar a gestão do Grêmio

Em entrevista concedida à Rádio Gre-Nal nesta quarta-feira, Edílson, de passagens por equipes tradicionais do futebol brasileiro, como Corinthians, Botafogo e Cruzeiro, revelou o desejo de poder encerrar a carreira atuando pelo tricolor, o “clube que ama”.

“Se tiver que ficar mais um ano aqui, vai ser um sonho realizado. Poder encerrar a carreira em um clube que eu amo”, disse o lateral.

Em seu retorno ao Grêmio neste ano, o lateral teve baixo aproveitamento. Contratado no último mês de março para a Série B, o lateral sofreu com lesões e atuou em apenas 14 das 36 partidas que o clube disputou na competição até aqui.

Edílson comenta eleições do Grêmio

Sobre eleições, Edílson evitou tomar partido. O lateral-direito espera que o próximo presidente possa ajudar o Grêmio a voltar a disputar coisas grandes no cenário nacional.

“Sabemos que todo ano político é complicado. Independente se vai ser o Guerra ou o Odorico, esperamos que possa ajudar o Grêmio para voltar a disputar as competições grandes”.

Voltar para o topo