Ir para o conteúdo principal

Ex-Grêmio, atacante admite que não se dava bem com Renato: “Tinha birra comigo”

Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Em novas declarações dadas em entrevista recente ao Deu Zebra Cast, no YouTube, o ex-atacante Leandro “Guerreiro” admitiu que não se deu bem com Renato Portaluppi no Grêmio em 2010. A decepção, segundo ele, veio logo no primeiro dia do novo treinador no clube.

+ Grêmio confirma baixa expectativa de público para jogo contra o Operário

“O Renato no primeiro dia reuniu todos os jogadores e começou a falar o salário de todo mundo, dizendo que não era compatível com o que a gente ganhava. Ele perguntou pra mim o que eu achava. Fui o primeiro a falar. Peguei e falei o que eu acho. Que o contrato é individual e cada um faz o seu, e que eu não estava ali para cuidar da vida de ninguém. O time só tinha cobra, cara experiente. Lúcio, Souza, Borges, Hugo, Victor, Douglas, Edilson, Rochemback”, disse.

Leandro Guerreiro fala da sua passagem pelo Grêmio

Campeão no Corinthians, no São Paulo e no Fluminense, Leandro participou do título do Gauchão de 2010 com Silas no comando. Depois, segundo ele, havia “birra” de Renato desde o seu retorno:

“Renato já veio com birra comigo. Algum diretor deve ter digo alguma coisa. Ele não me botava nos treinos. Um dia botou meu nome na lista pra viajar para um jogo na lousa que tem no vestiário e eu fui lá, risquei meu nome e fui embora. Aí o Seu Verardi, dirigente histórico do clube, me ligou pedindo para ir no Olímpico. Fui. Ele me disse que me achava um cara profissional, que se eu não jogasse por estar mal nos treinos e nos jogos, ok, mas por ‘falação’ não. Ele pediu para eu pegar minhas coisas e ir viajar pra jogar. Eu fui, mas o clima já não era o mesmo”, encerrou.

Confira o vídeo em que o jogador relata o caso:

Assistir vídeo no YouTube: Vídeo do YouTube
Voltar para o topo