Ir para o conteúdo principal

Grêmio tem elenco avaliado em R$ 320 milhões, mas está distante de Flamengo e Palmeiras

Lucas Uebel / Grêmio FBPA

O Grêmio inicia a temporada de 2023 com um elenco modesto, pelo menos financeiramente falando. Entre os mais valiosos do futebol brasileiro em 2023, o grupo de jogadores do tricolor é apenas o 12º mais caro.

+ Grêmio mantém crescente no quadro social e mira bolada

De acordo com levantamento do site Transfermarkt, especialista em transferências e valores futebolísticos, o elenco do Grêmio está avaliado em 56,6 milhões de euros, aproximadamente R$ 319 milhões. A título de comparação, o Flamengo, que lidera o ranking, tem um grupo estimado em 177,1 milhões de euros, cerca de R$ 998 milhões (veja a lista mais abaixo).

Ainda de acordo com o Transfermarkt, os jogadores mais caros do Grêmio são Cristaldo e Ferreira, avaliados em 6 milhões de euros cada, valor equivalente a R$ 33,8 milhões. O recém contratado Luis Suárez tem valor de 4 milhões de euros, cerca de R$ 22,5 milhões.

Mesmo distante da ponta do ranking, o Grêmio está a frente de Vasco, Bahia e Cruzeiro, clubes que também ascendem da Série B e retornam à elite nacional nesta temporada.

Elencos mais caros do futebol brasileiro em 2023

  1. Flamengo – 177,1 milhões (R$ 998,4)
  2. Palmeiras – 139,5 milhões (R$ 786,5)
  3. Atlético – 119,2 milhões (R$ 672)
  4. Corinthians – 88,8 milhões (R$ 500)
  5. Bragantino – 82,3 milhões (R$ 463,4)
  6. Santos – 81,8 milhões (R$ 461,1)
  7. Athletico – 78,6 milhões (R$ 443,1)
  8. São Paulo – 75,1 milhões (R$ 403,1)
  9. Botafogo – 67,1 milhões (R$ 378,3)
  10. Fluminense – 63,8 milhões (R$ 359,7)
  11. Internacional – 60,6 milhões (R$ 341,6)
  12. Grêmio – 56,6 milhões (R$ 319,1)
  13. Vasco – 51,9 milhões (R$ 292,6)
  14. Bahia – 43,7 milhões (R$ 246,3)
  15. Fortaleza – 36,2 milhões (R$ 204,1)
  16. Cruzeiro – 33,4 milhões (R$ 188,3)
  17. Coritiba – 31,05 milhões (R$ 175)
  18. América-MG – 20,6 milhões (R$ 116,1)
  19. Goiás – 18,4 milhões (R$ 103,7)
  20. Cuiabá – 16,5 milhões (R$ 93)
Voltar para o topo