Ir para o conteúdo principal

Grêmio recebe novas informações do Al Hilal sobre Michael, ex-Flamengo

Instagram/Michael

O Grêmio segue em busca de reforços para 2023. O tricolor analisa com calma uma série de nomes propostos por Renato e dirigentes. Algumas propostas já foram formalizadas e estão próximas do desfecho, mas outros negócios ainda estão em fase de sondagem.

+Dirigente do Grêmio tranquiliza torcida sobre Kannemann após polêmica com empresário

É o caso de Michael, ex-Flamengo que está na Arábia Saudita, mais precisamente no Al Hilal. O Grêmio teria procurado o clube árabe para saber sobre a situação do atacante, que foi pedido por Renato Portaluppi.

De acordo com Jeremias Werneck, do site GauchaZH, os sauditas só aceitam negociar o jogador após o término do período em que estão impedidos de contratar novos atletas.

O Al Hilal, clube de Michael, foi punido com duas janelas de transferência sem novas inscrições. Tal punição termina ainda vigora nesta janela de janeiro, no entanto o clube busca na FIFA a revogação da pena e aguarda uma resposta da entidade em dezembro.

Ainda segundo o jornalista, o salário do atacante no país árabe é de R$13 milhões por ano. Pouco mais de R$1 milhão por mês. Em conversas com o atual treinador do Grêmio por telefone, Michael teria relatado o desejo de retornar e com isso a possibilidade da diminuição dos seus ganhos.

Michael jogou no Flamengo e Goiás

Michael ganhou destaque no Goiás antes de ser vendido ao Flamengo. No clube carioca, foram 105 jogos em duas temporadas, com 23 gols marcados e 14 assistências. Já no Al Hilal, são 27 jogos, com 5 gols marcados e 5 assistências.

Voltar para o topo