Ir para o conteúdo principal

Irritado, Renato dispara contra procurador do TJD após denuncia: ‘É colorado’

O técnico Renato Portaluppi foi denunciado pelo procurador Renan Eduardo Cardoso, do TJD da FGF, após pedir para o zagueiro Kannemann forçar o terceiro cartão amarelo ainda no jogo de ida, contra o Avenida, pela semi-final do Gauchão.
[bn]2[/bn]
Na coletiva de pós jogo desta quarta-feira, o treinador foi questionado sobre o assunto e não poupou criticas, afirmando até mesmo que o procurador é torcedor do Internacional.

– "Eu não tenho culpa se os colorados estão sofrendo com o sucesso do Grêmio, essa pessoa que me denunciou é colorada. Se essa pessoa que me denunciou está sofrendo por causa do clube dela, isso é problema dela e do clube dela" – disse Renato.

O comandante gremista também afirmou que o procurador está a procura de "5 minutos de fama" e o indicou para o Big Brother, reality show da TV Globo.

– "Tem uma emissora aqui no Brasil que tem um programa chamado "Big Brother". Eles dão 5 minutos de fama para algumas pessoas lá. Se vocês quiserem dar 5 minutos de fama para essa pessoa, vocês deem, eu não" – finalizou sobre o assunto.
[bn]1[/bn]
Renato e o zagueiro Kannemann irão a julgamento na próxima semana e podem ficar de fora das finais do Gauchão, contra o Brasil de Pelotas.

Voltar para o topo