Ir para o conteúdo principal

‘Me ajudou no meu pior momento no clube’, diz Ramiro sobre Renato

Foi de Ramiro o quarto gol do Grêmio na vitória do Brasil de Pelotas neste domingo, na Arena, em um resultado que praticamente encaminha o título gaúcho ao tricolor. Seria a quarta taça desde a chegada de Renato Gaúcho em 2016 e a quarta com a presença de Ramiro, que demonstra muita gratidão ao treinador.
[bn]50[/bn]
Isso porque o volante vinha de sucessivas lesões desde 2015 e não vinha conseguindo atuar com frequência sob comando de Roger Machado. Tudo mudou a partir da chegada de Renato.

"O Renato me deu confiança no momento mais difícil que tive no clube. Vinha de uma sequência de lesões, joelho, tornozelo… quando voltei a jogar, logo teve a mudança na comissão técnica e consegui voltar a desempenhar o meu futebol. Claro que juntamente com os bons resultados da equipe, que sempre é o principal", disse Ramiro ao Seleção SporTV nesta segunda-feira.

Ramiro também falou sobre o apoio constante que recebe da família para desenvolver sua carreira. O pai, seu Gilnei, é conhecido por estar sempre presente nos jogos do filho.

"A gente brinca que ele é quase um diretor do clube, porque sempre me acompanha e está sempre nas viagens, mas como torcedor mesmo. Ele está comigo desde os meus 12 anos, quando comecei a minha trajetória no futebol. A minha mãe também, sempre que pode, e mesmo um pouco mais longe, sempre me deu forças".
[bn]51[/bn]
Com Ramiro mais do que confirmado no time, o Grêmio se prepara visando os dois objetivos da semana: na quarta, Libertadores contra o Monagas, na Arena; no domingo, jogo de volta da final do Gauchão fora de casa contra o Brasil de Pelotas.

 

Voltar para o topo