Ir para o conteúdo principal

Mesmo com saídas, Grêmio seguirá pagando parte dos salários de Everton e Paulo Miranda

Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Haja dinheiro nos cofres! O Grêmio pode seguir pagando parte dos salários de Everton Cardoso e Paulo Miranda mesmo após as saídas dos jogadores.

O atacante interessa ao Sport, e o zagueiro ao Juventude. Ambos os clubes não possuem condições de arcar com 100% dos salários da dupla. O Grêmio já avisou que não seguirá com os jogadores para 2022, mas teria de bancar parte dos vencimentos se não quiser os atletas em Porto Alegre na próxima temporada.

Tanto Paulo Miranda, quanto Everton Cardoso, possuem vínculo com o Grêmio até dezembro de 2022 e, por isso, o empréstimo por uma temporada é o mais indicado para os jogadores.

Lucas Uebel / Grêmio FBPA

O mesmo problema se repetiu com o atacante Alisson, mas neste caso, o clube optou pela rescisão de contrato e seguirá pagando o jogador até meados de 2023.