Ir para o conteúdo principal

Para Neto, Luan fugiu de responsabilidade ao não chutar bola que poderia ter rebaixado o Grêmio

Rodrigo Coca / Agência Corinthians

O lance envolvendo Luan já perto do final de Corinthians 1×1 Grêmio, quando ele puxou o contra-ataque e acabou tocando para Róger Guedes, que foi travado, repercutiu bastante ao longo de toda esta segunda-feira. Para o apresentador Neto, que defende a saída do técnico Sylvinho, o atacante quis fugir da sua responsabilidade.

“Colocou o Renato Augusto de volante. É que ele é um Pelé, é um monstro, jogador de seleção brasileira para a Copa do Mundo. Ele viu que tinha que ir para frente. Ele só jogou bem no Corinthians como 8. Ele já tinha chutado duas ou três vezes daquele jeito. Já tinha dado passe para o Willian, que foi o melhor jogador em campo. Foi o craque do jogo. E você tira o cara para por o Luan. Vai botar o Luan na casa do caramba. Para fazer média”, disse Neto, antes de acrescentar:

“Botar o Luan por quê? Se o Luan quisesse fazer gol, ele não passava a bola para o Róger Guedes. Se ele quisesse fazer gol, ele dribla e sai na cara do Chapecó, mas ele passa a bola para o Róger Guedes. Sabe por quê? Para tirar a responsabilidade dele de fazer o gol. Se fosse o Willian, ia para dentro do gol”, terminou Neto.

Reveja o lance: