Ir para o conteúdo principal

Por que os candidatos do Grêmio ainda não bancam a continuidade de Diego Souza

Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Um dos nomes com futuro indefinido no Grêmio é o centroavante Diego Souza, que fará 38 anos em 2023 e tem contrato por encerrar no clube ao final da Série B. Ele, inclusive, foi liberado dos jogos finais para fazer cirurgia de correção de hérnia inguinal.

+ Nicolas descarta Athletico-PR e diz que prioridade é seguir no Grêmio

Alberto Guerra e Odorico Roman, que são os dois principais candidatos à presidência, ainda querem ouvir a parte médica do Grêmio para depois sim renovar:

“Ouvida a área médica do Grêmio, a renovação será tratada pelo departamento de futebol da nossa gestão, caso sejamos eleitos”, disse Roman, ao site GZH, que também ouviu o seguinte de Guerra: “É um jogador que foi muito importante durante este ano difícil. Tem qualidade e sabe fazer gols, mas tudo depende da sua recuperação física e de uma readequação financeira”.

Enquete

O Grêmio deve renovar com Diego Souza para 2023?

Sim
64%
Não
36%
22 votos

Diego Souza já revelou seus planos

Em coletiva concedida antes da confirmação do acesso, Diego Souza destacou que ou permaneceria no Grêmio em 2023 ou encerraria a sua carreira. Após uma breve passagem em 2007, ele voltou ao tricolor como artilheiro desde 2020.

Pelo tricolor nesta temporada, o centroavante de 37 anos disputou 42 jogos marcou 19 gols, além de distribuir 5 assistências.

Voltar para o topo