Ir para o conteúdo principal

Presidente Bolzan, em 2016, evitou uma das maiores cornetas da história da dupla Gre-Nal

Não fosse uma intervenção de última hora do presidente Romildo Bolzan, o Grêmio teria feito em 2016 uma das cornetas que por muitos anos seria lembrada na rivalidade Gre-Nal. Ainda no primeiro turno do Brasileirão, o tricolor venceu o Gre-Nal no Beira-Rio por 1×0 no jogo que teve a polêmica do "trator", conforme áudio vazado do técnico colorado Argel Fucks dias antes, em que dizia que iria "passar o trator neles".
[bn]50[/bn]
Com a vitória, o tricolor projetou devolver a corneta em grande estilo e chegou a fechar uma parceria com uma empresa de tratores. No jogo seguinte na Arena, contra o Figueirense, essa empresa faria ações de marketing e colocaria um trator em frente ao estádio, mas de última hora o presidente Bolzan vetou a brincadeira.

"Estava acertado, o trator já estava quase em Porto Alegre. Só que chegou na sexta-feira e eu falei: “Tudo bem, vamos parar como esse negócio”. Suspendi tudo e cancelei. Sabe por que? E aí eu saí com essa: “O que eu não quero pra mim eu não desejo para os outros”. Então, deixamos esse assunto. Tomei pau pra caramba, mas agimos pelo politicamente correto”, revelou o presidente em entrevista ao programa Aqui com Benja, da Fox Sports.

De qualquer forma, vários jogadores do Grêmio na ocasião cutucaram o Inter. O lateral Edílson chegou a dizer que "fundiu o motor do trator", enquanto Douglas, autor do gol, gravou um vídeo dizendo que iria sair pra beber de trator. Naquele mesmo ano, o Inter seria rebaixado e o Grêmio ganharia a Copa do Brasil.
[bn]51[/bn]
Relembre o gol de Douglas:

Voltar para o topo