Ir para o conteúdo principal

‘Presidente pediu para eu ficar’, diz Renato sobre permanência no Grêmio

Há duas semanas, Renato Gaúcho esteve fortemente envolvido em um interesse do Flamengo, que chegou a fazer uma proposta pelo atual treinador do Grêmio. O clima de mistério tomou conta até a garantia dada por Renato, após o título gaúcho sobre o Brasil de Pelotas. Ali, garantiu que ficaria.
[bn]50[/bn]
Nesta quinta-feira, em entrevista ao Seleção SporTV, do canal a cabo SporTV, o treinador deu mais detalhes de sua decisão em ficar no Grêmio e admitiu que a conversa com o presidente Romildo Bolzan foi decisiva. Segundo Renato, o "presidente pra eu ficar".

“Tive uma proposta excepcional e não falei para o presidente eu quero aumento. Falei para o presidente ‘não quero me aproveitar da situação. Estou recebendo a proposta, mas não quero aumento. Foi isso que eu disse para ele”, ampliou Renato.

Sincero, ele não mudou de opinião sobre o Flamengo. Disse que, futuramente, tem sim o sonho de dirigir o clube mais popular do Rio de Janeiro.
 
"O Flamengo é uma potência. Eu tenho o sonho de treinar o Flamengo e sei que um dia vou treinar. Eu não fui por alguns motivos… foi o momento que o Grêmio vive e pela conversa que eu tive com a diretoria do Grêmio”, avaliou.
[bn]51[/bn]
Reportagem especial – o "Um minuto de silêncio"

Voltar para o topo