Ir para o conteúdo principal
Futfanatics

Pedindo apoio da torcida, Roger explica recusa ao Grêmio no ano passado

Novo treinador conversou com a imprensa nesta manhã

Lucas Uebe / Grêmio FBPA

Novo comandante do Grêmio em substituição a Vagner Mancini, o técnico Roger Machado concedeu coletiva de imprensa na apresentação nesta terça-feira e pediu, de imediato, o apoio da torcida neste ano de retomada com o clube na Série B. Ele lembrou que a torcida tricolor sempre esteve ao lado do time nos momentos mais difíceis.

“Torcedor, obrigado por me receber de novo em casa, confesso que desejei muito esse momento e o clube teve sempre entre as minhas prioridades, 30 anos de futebol e quase 20 deles ligado ao clube. Sei que o torcedor nunca abandonou o clube e esteve do nosso lado dos momentos mais difíceis. Estou mais experiente, mais maduro e pronto. Vamos ser muito felizes”, citou.

Sincero, Roger admitiu ter sido convidado pelo Grêmio em 2021, após a saída de Felipão e quando ele havia saído do Fluminense.

“Teve um contato sim quando eu havia saído do Fluminense. O presidente me procurou. Expliquei minhas razões, uma organização de gestão da minha vida pessoal e profissional, sempre tive a vontade de voltar, estar aqui esse ano e não ano passado diz muito como eu procuro encarar a profissão. Meu desejo de estar aqui é de ajudar o clube independente onde ele vai estar. Fiz minha trajetória toda aqui dentro e vamos nos unir para ele ser recolocado no seu lugar, na primeira divisão. Temos muitas condições de vencer”, declarou.

Confira como foi a coletiva de Roger:

Veja mais em Bastidores.

Você pode gostar

Comentários