Ir para o conteúdo principal
Futfanatics Gremistas

Prefeito de Porto Alegre mantém veto para jogos com público na cidade

Nelson Marchezan Júnior garante que ainda é cedo para liberar público nos estádios

Torcida do Grêmio na Arena

Lucas Uebel / Grêmio FBPA

A torcida de Grêmio e Inter vivia a expectativa de voltar a ter público nos estádios desde a decisão da CBF de liberar a entrada de torcedores para os jogos da Série A.

A CBF deu o aval para que os clubes pudesse ter até 30% da capacidade do estádio liberada para o público. Porém isso vai ser decidido em cada Estado, levando em consideração a propagação do vírus em cada local.

Em Porto Alegre, o prefeito da cidade, Nelson Marchezan Júnior, emitiu uma nota falando sobre a possibilidade de voltar a ter público na Arena e também no Beira-Rio.

“A prioridade da Prefeitura de Porto Alegre neste momento é a educação e, na sequência, os setores que não tiveram ainda oportunidade de funcionar. Somente após cumprida esta etapa é que deverão ser discutidas novas flexibilizações. Apesar da estabilidade da curva de transmissão e da ocupação de leitos de UTI, o Comitê Municipal de Enfrentamento ao Coronavírus entende que ainda é prematuro liberar 30% da capacidade nos estádios, que no caso da Capital, seriam cerca de 15 mil pessoas em cada estádio”, garantiu Marchezan em nota.

Dessa forma, Grêmio e Inter seguem sem público em seus estádios. Ainda existiria a possibilidade de buscar uma outra cidade para poder mandar os jogos, mas não seria a primeira opção de nenhum dos times da dupla Gre-Nal.

Clique aqui para receber todas as notícias do Grêmio em nosso grupo no Telegram.

Veja mais em Coronavírus.

Veja mais

Comentários