Ir para o conteúdo principal

Reformulação quase completa no elenco representa cenário do Grêmio para Série B

Salários menores e um estilo específico de atletas são alguns dos requisitos colocados pela direção.

Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Os efeitos do rebaixamento começarão a ser sentidos em breve no Grêmio, especialmente no que se refere a um dos pilares de qualquer clube de futebol: o elenco. A direção já dá sinais de uma massiva reformulação no grupo de jogadores que, atualmente, compõe o time principal.

Os primeiros indicativos desta iniciativa ficam claros ao se observar os movimentos iniciais do tricolor no mercado. Tido até pouco tempo atrás como certa, a saída do lateral-esquerdo Bruno Cortez, por exemplo, foi repensada e uma renovação de contrato virou pauta dentro do clube.

No outro extremo do campo, entretanto, a situação é outra. Tendo em vista a nova realidade financeira, o lateral-direito Vanderson, uma das maiores revelações da história recente do Grêmio, deve ser negociado na Europa, a fim de levantar dinheiro para a condução de 2022.

Segundo o jornalista Jeremias Wernek, esta deve ser a linha de raciocínio da direção, que busca a contratação de, ao menos, sete novas peças. Salários menores e um histórico de força e vontade são alguns dos requisitos estabelecidos.

Você pode gostar

Comentários